Pratique

Para refletir e agir

  1. Identifique seus sentimentos: o que você sente (ansiedade, cansaço, tristeza, tédio, raiva, frustração, etc) nesses momentos em que se identifica "inquieto" ou "insatisfeito"?
  2. Identifique suas atuais dificuldades (ex. dificuldade para dormir, se alimentar, realizar exercícios, “sair de casa”, ler/se concentrar). Essa reflexão te leva a perceber o que "no trabalho" ou na sua rotina te consome energia para outras atividades que poderiam gerar prazer.
  3. Responda à pergunta: “O que seu trabalho está fazendo com você como pessoa - com sua mente, seu caráter e seus relacionamentos”?*
  4. No que você verdadeiramente acredita e como o seu dia a dia está alimentando ou não suas crenças?
  • Outra forma de refletir sobre isso é listando seus cinco principais valores. Depois disso, avalie se eles têm sido respeitados, ou não, considerando sua rotina diária no trabalho (ex: Você valoriza a família mas fica meses sem visitá-los por se sentir cansada/o, desanimada/o. Você valoriza qualidade de vida, mas tem se alimentado mal. Você valoriza desafio intelectual e isso é vivenciado na sua rotina).

O esperado é que ao final dessas observações você encontre um padrão de ações/acontecimentos que te limitam vivenciar o que você valoriza e, que, portanto, te conduzem para esse "lugar" de descontentamento.

O importante com as reflexões é você descobrir sua real necessidade (hoje não atendida) para que então tome ações que alterem sua rotina e que abram espaço para o que você busca viver e experimentar.

*do livro, “Como Encontrar o Trabalho da sua Vida” - Roman Krznaric.

Fique por dentro

Deixe seu email e receba dicas e fique por dentro dos nossos eventos.