Bate-papo

A importância de se conhecer

Os testes de comportamento, que comumente também são chamados de assessment, são um relevante passo para o autoconhecimento, por revelarem, a partir de metodologia científica, como o padrão de comportamento de um indivíduo é observado, a partir da sua formação psicológica.

Sem a promessa de ser a fórmula para a resolução de todos os seus problemas, o ganho em realizar estes testes está em trazer para a consciência, muitos mecanismos que são, na verdade, inconscientes, por serem um conjunto de atribuições da personalidade do indivíduo caracterizadas por experiências passadas, modelos mentais, a partir da sua condição social e, então, preferências adotadas ao longo do tempo.

É importante também dizer que não há um perfil certo ou errado, mas que a identificação traz traços positivos e negativos e que, a partir do momento em que você os indica, somado à orientação profissional de como lidar com eles, você pode, então, sofrer menos para adequação numa determinada atividade ou ambiente profissional, desenvolvendo o que chamamos de inteligência emocional.

Estar munido destas suas condições vai te trazer cada vez mais clareza das decisões que faz mais sentido você tomar, tendo então conhecimento do que potencializa seus pontos fortes e do que ameniza os fracos, tornando mais provável sua satisfação pelo trabalho, ao saber como gerenciar suas emoções e como os fatores externos podem te afetar, negativa ou positivamente.

Conheça alguns testes e veja qual(is) pode(m) te ajudar neste momento para transição de carreira:

  • Valores: O que de fato é importante para você? Suas ações no dia-a-dia são coerentes com o que você diz valorizar? Os comportamentos que você adota estão em conformidade com o que você diz? O lugar em que trabalha está próximo ou distante de quem você e do que acredita?

Achou confuso?

Neste teste, gratuito, da Barrett Values Centre, você poderá ter clareza do que valoriza e poderá identificar o que pode haver de desalinhamento entre o que acredita e faz. Ao receber o relatório, exercícios serão sugeridos para que você aprofunde no seu resultado, tomando ações para melhorar e, claro, mudar o que avaliar que faz sentido.

O teste dos valores você realiza clicando aqui.

  • Âncoras de carreira: Criada nos anos 1970 pelo acadêmico Edgar Schein, Ph. D. em Psicologia Social na Universidade de Harvard e ex- professor da escola de negócios do Massachusetts Institute of Technology, nos Estados Unidos. Schein foi um importante teórico do mundo do trabalho, sendo inclusive o criador do conceito de “cultura organizacional”. Segundo o pesquisador, oito pilares norteiam nossas decisões voltadas para o trabalho: autonomia; segurança; competência técnico-funcional; competência administrativa geral; criatividade empreendedora; dedicação a uma causa; desafio puro e estilo de vida.

Apesar de antigo, esse viés de leitura continua atual, por combinar motivações, valores e competências, que ajudam no entendimento de cada profissional. Ao realizar o Âncoras, você adquire conhecimento para refletir se as atividades que realiza estão coerentes com o seu perfil e se, elas, então, alimentam (ou não) suas preferências de atuação.

Clicando Aqui você acessa o teste sobre suas Âncoras, gratuitamente, que é composto por 40 perguntas: vamos lá?

  • DISC: O Disc é uma teoria de autoria do psicólogo William Moulton Marston, phD, abordada pela primeira vez no livro "Emotions of Normal People" de 1928 e publicado pela primeira vez em português apenas no ano de 2014, com o nome de "As Emoções das Pessoas Normais". Como teste, o DISC só foi publicado em 1975 e considera “comportamentos ou emoções observáveis, não abrangendo, portanto, a personalidade dos indivíduos”. Assim como os demais testes, não cabe ao DISC dizer se um perfil é melhor ou pior, e, ao trazer quatro dimensões Dominância (D), Influência (I), Estabilidade (S) e Conformidade (C), ele coloca foco de análise comportamental, ajudando o indivíduo a identificar tendência ao talento no trabalho. Para que você consiga ler melhor seu relatório e entender as adaptações possíveis para os tipos de atividade que quer realizar, recomendamos orientação profissional para que você tenha melhor conhecimento das características que devem ser desenvolvidas e potencializadas.
  • Pontos fortes: O livro “Descubra seus pontos fortes” (2006) é baseado num estudo do Instituto Gallup que entrevistou mais de 2 milhões de pessoas no mundo, com o ponta-pé inicial de uma primeira pergunta que foi “Em seu trabalho, você tem a oportunidade de fazer todos os dias o que faz melhor?”. Ao final de todos os anos de pesquisa e muitas outras perguntas, Marcus Buckingham e Donald O. Cliffton, Ph.D, os autores, descobriram que “globalmente, só 20% das pessoas que trabalham nas grandes organizações pesquisadas acham que usam seus pontos fortes todos os dias” - isso mesmo: só 20%! Recomendamos a leitura para que você possa não só descobrir onde estão seus talentos, bem como desenvolvê-los e gerenciá-los. Ao longo dos 34 temas escolhidos pelos autores, você vai descobrir os seus cinco principais e, ainda, saber como pode tirar proveito, entendendo as “combinações mais poderosas”.

    Se quiser ajuda profissional em qualquer uma dessas orientações, nos escreva feedback@paxe.com.br: para cada momento, temos um parceiro para te ajudar :)

Fique por dentro

Deixe seu email e receba dicas e fique por dentro dos nossos eventos.